Seguidores

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Nas ruas da amargura

Esta "coisa" em que vivemos é uma enjoativa mistura de impessoalidades e desencontros. A geração "rasca". Ou será desen"rasca"? Pois é.
Já nos anos 60-70, os hippies lutavam por convicções políticas (secalhar um bocadinho inconscientes), paz e um mundo (relativamente) melhor - não obstante os seus charrinhos ocasionais.
Nos anos 80, a música tinha um propósito reinvindicativo lógico e subentendido. E os anos 90? Afundaram-se. E foi em terra. Estão na rua da amargura. Esqueceram-se de viver.


" Isso resolve-se com um Xanax.
Vai jogar playstation, comprei-te um jogo novo.
Consegui, já tenho o portátil mais caro do mercado! (comprei-o a crédito e não vou conseguir pagá-lo antes de morrer)
Vamos a uma sessão de cabeleireiro para descontrair?
Saiu um filme novo.
O benfica vai jogar."

Reticências... TANTAS!

3 comentários:

Mana disse...

E assim vai o mundo...

Cate disse...

reticências, reticências..

Tianhua disse...

petaculo

Baú aberto:

Acerca de mim

A minha foto
Lisboa, Lisboa, Portugal
"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

A visitar