Seguidores

quarta-feira, 17 de janeiro de 2007

Dedicatória


Terás tempo para perceber o tempo: os dias, as noites de feitios, as manhãs de descoberta.. Porque nesse momento, abrem-se campos de ti. Sempre ouvi dizer que a amizade é a melhor e mais sincera forma de amor... Ainda bem! Porque desde que me lembro sempre fomos amigos acima de tudo. Eu de ti não exijo receber, vou exigir de mim dar-te ; não te quero magoar, quero-te incentivar ; não quero humilhar nem ofender: vou te compreender e defender! O amor dá-nos mais carinho e amizade traz-nos compreensão. Seria perfeito que coexistissem. Podia ficar horas a falar sobre o que acho que isto vai dar ou sobre o que gostava que desse. Mas para quê? Já sabes que gosto imenso de ti. Sabes que te admiro. Sabes o que não gosto em ti... E sabes que desta vez vou arriscar. Já disse, mas volto a repetir, tu para mim és a loucura de uma paixão. És um cavaleiro andante @

4 comentários:

Ticota disse...

Gostava de saber quem é o cavalheiro a quem diriges tão ilustre dedicatória... hmmm...

Cate disse...

UUUUh :) gostei*

barrigudo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Eu. disse...

Eu.

Baú aberto:

Acerca de mim

A minha foto
Lisboa, Lisboa, Portugal
"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

A visitar