Seguidores

terça-feira, 18 de março de 2008

Verdade


"Você não me conhece.

Eu tenho de gritar isso porque você tá surdo e não me ouve. A sedução me escraviza a você. Ao fim de tudo você permanece comigo mas preso ao que eu criei.. não a mim. E quanto mais falo sobre a verdade inteira, um abismo maior nos separa.

A mentira da aparência do que eu sou e a mentira da aparência do que você é, porque eu não sou o meu nome e você não é ninguém.

O jogo perigoso que eu pratico aqui? Ele busca chegar ao limite possível de aproximação.. Através da aceitação da distãncia e do reconhecimento dela.

Entre eu e você existe a notícia. Que nos separa.

Eu quero que você me veja nua. Eu me dispo da notícia. Que a minha nudez parada te denuncie e te espelhe.

Eu me delato, tu me relatas. Eu nos acuso e confesso, por nós, assim me livro das palavras com as quais você me veste..."

3 comentários:

mana disse...

Eu tento achar um jeito de explicar... você bem que podia me aceitar... eu sei que eu tenho um jeito meio estúpido de ser mas é assim que eu sei te amar... palavras são palavras e a gente nem percebe o que disse sem querer, mais importante é perceber que a nossa vida em comum depende só e unicamente de nós dois...

Flores Online disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Flores Online, I hope you enjoy. The address is http://flores-on-line.blogspot.com. A hug.

brickafm disse...

ooi.. gostei muito disso aih e eu vi num video a maria bethania recitando.. tu sabe me dizer qm eh o autor?!abraco

Baú aberto:

Acerca de mim

A minha foto
Lisboa, Lisboa, Portugal
"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

A visitar