Seguidores

domingo, 20 de janeiro de 2008

Pura Imperfeição





Há 7 dias quando eu te vi

Tu ias tão dengosa e arrogante

Do alto de teu nariz

Disseste que sou pouco importante

E é sempre assim

Tu dás-me a volta e eu volto

Ao princípio do meu fim

E se insistires na tua pose

Tu tem coidado - Deus não dorme!

Um dia vais cair do pedestal

Então eu vou pisar

E rir-me no final

Dá-me a tua mão e eu dou-te a minha

A nossa relação já não caminha

Chegou a hora de assumir um frente-a-frente

Trocar olho por olho

Trocar dente por dente

Bem sabes que a inquisição

É algo do passado, é pura imperfeição

Não me queiras devoto à tua vida

Não és um bom exemplo

Nem deusa nem diva


E é sempre assim, tu dás-me a volta e eu volto ao principio do meu fim...

1 comentário:

Mana disse...

Quando escreves "Tem coidado", não deves escrever a seguir "Deus não drome"????

Baú aberto:

Acerca de mim

A minha foto
Lisboa, Lisboa, Portugal
"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

A visitar